segunda-feira, 22 de junho de 2009

5 Coisas que não sou, gostaria de ser, mas arrisco...

5 coisas que não sou, gostaria de ser, mas arrisco...


1. Confiante. Nesse momento da minha vida muitas coisas me parecem incertas e isso me incomoda. Confio, mas gostaria de poder deixar rolar...


2. Habilidosa artisticamente... essa eu nem arrisco!


3. Dona de Casa. Eu até tento, mas não consigo fazer almoço, varrer a casa e cuidar da roupa tudo ao mesmo tempo.


4. Decidida. Meu maior problema é a indecisão... nunca sei o que fazer e acabo não fazendo é nada.


5. Organizada. Sou a rainha da bagunça!



Quem me passou isso foi a Ana Sixx do blog Paz e Amor. Legal!!!

Quem quiser, pode responder...

quarta-feira, 10 de junho de 2009

2 anos de Boogie-Boogie














Gente...
Estou há algum tempo ensaiando para relatar o aniversário de 2 anos do Kiyo. Foi um momento muito especial, lindo, mágico, único...
Preparatórios: Estava há alguns meses já bolando como seria a segunda festinha de aniversário do Kiyo. Gostei tanto da primeira, que foi bem a nossa cara, que queria repetir a dose. E (lógico) melhorar muita coisa! Sabia que queria fazer algo caseiro, familiar e descontraído. Nada desses buffets impessoais. Inicialmente, queria fazer na casa nova (estávamos para nos mudar desde janeiro, e o aníver seria em maio). Só que a medida que a data do aniversário se aproximava, eu tinha mais e mais certeza de que não seria na casa nova. Então, fomos visitar uma chácara lá em Campo Magro, onde eles oferecem o espaço para eventos, tem churrasqueiras, espaço para a criançada correr, cavalo para andarem, redes para dormir um pouco, muito contato com a natureza e tudo mais. Era o lugar perfeito! Então decidimos: faríamos um churrasquinho bem familiar para os parentes e teríamos o bolo e outros quitutes para os demais convidados. Lá em casa, reunião familiar significa no mínimo 30 pessoas. Tudo é motivo de festa! Meus pais se encarregaram de encomendar os espetinhos de carne para o almoço. Encomendei um bolo MARAVILHOSO da filha da minha vódrasta. Encomendamos alguns sanduiches assados. Fizemos cookies de aveia, passas e amendoim, gelatina e salada de frutas. Para beber tinha suco de caju e de uva. Quem quisesse beber outras coisas, poderia comprar direto do restaurante no local.














A festa foi num domingo de muito sol e um pouco frio. Chegamos no local às 10:30 da manhã pra preparar as coisas pra festa. Contamos com a ajuda maravilhosa de algumas pessoas queridas. Cris, José Augusto e João Augusto foram incríveis em colocar ordem na coisa! O vovô Dudu e a vovó Ana foram maravilhosos em providenciar praticamente TUDO e não deixar faltar nada para que tívessemos um domingo abençoado. Aline, minha querida amiga, encheu os balões pra deixar tudo mais colorido e alegre! Todos foram verdadeiros anfitriões!!!

O Kiyo estava muito feliz. Corria de um lado pro outro, recebia os convidados e abria seus presentes feliz da vida. Ele brincou com todo mundo.




































As crianças se divertiram bastante com as lembrancinhas que receberam: um potinho de bolinhas de sabão e uma cartela de adesivos. No fim, todos os convidados estavam brincando com as bolinhas. Foi bonito de se ver.

No meio de tanta alegria, resolvi perguntar ao Kiyo o que ele estava achando de tudo aquilo. Então, eu me ajoelhei na frente dele e, olhando bem nos seus olhos brilhantes, perguntei:
"Baby, você está feliz
?" E ele, da forma mais autêntica possível, respondeu: "É!"
Para mim, isso valeu todo o esforço!
Ano que vem tem mais!!!
Beijos a todos...