segunda-feira, 5 de julho de 2010

Finding Kiyo...


Desde que o Kiyo entrou no mar ou na piscina pela primeira vez, ele ficou completamente a vontade. No Brasil, nao moravamos perto da praia. Agora aqui na Florida, estamos na praia praticamente todos os dias (salvo os dias de chuva). E o interesse do Kiyo pela agua nos colocou em alerta: "ele precisa aprender a nadar!".
Jeff nada bem. Eu, por outro lado, fico apavorada se percebo que nao dah peh. Apesar de ter feito alguns anos de natacao, nunca consegui me familiarizar completamente com o meio agua. E nesse ponto, eu tambem preciso aprender a nadar.
Aqui na Florida os parques municipais (na grande maioria) tem piscinas onde as pessoas podem praticar, brincar, e onde podem fazer aulas para aprender a nadar. Agora no verao eles oferecem aulas para os pequetiticos... entao, resolvemos inscrever o Kiyozinho. Ele vai de segunda a quinta, das 9 as 9:30 da manha. Eh muito relax e sem estresse. Nao eh um ambiente competitivo e as turmas sao pequenas.
No primeiro dia, fomos eu e o Kiyo de bike. Chegando lah, ele ficou um pouco apreensivo, mas aceitou o convite da professora para ir para a piscina. Ele fez todas as atividades que ela apresentava e recebia como recompensa varios "high-fives". Ao final da aula, ele veio dizendo que nao queria ir naquela piscina, mas queria entrar nas outras piscinas do lugar. No segundo dia, eu jah tive que leva-lo ateh a piscina e um coleguinha foi segurando a maozinha do Kiyo. Ele brincou e pareceu se divertir bastante durante a aula. Quando saiu da piscina, nao queria ir embora. No terceiro dia, ele se escondeu quando viu a professora chegando. Dizia que nao queria ir. Levei-o pela mao e afirmei que ele ia se divertir. Expliquei que nao poderia ficar junto. Ele ficou chorando por uns minutos, e depois estava novamente brincando e fazendo todos os exercicios.
Durante todos os dias eu explicava que ele ia aprender a nadar e que isso era legal. Eu nunca saia da vista dele, mas ficava fora da piscina na area designada para os pais. Durante todos os dias, ele dizia que nao queria ir, mas quando estava na piscina ficava feliz e recebia varios "high fives".
Hoje ele saiu de casa dizendo que nao queria ir. Chegamos lah e para minha surpresa ele foi sozinho acompanhando a turminha (de 2 outros coleguinhas). Fez todas as atividades e ao final ainda pulou dentro da piscina para mergulhar.
Quem sabe ele esteja se acostumando com o fato de que eu nao posso estar com ele durante as aulas, mas ele se sente seguro por saber que estou ali esperando por ele. Soh sei dizer que vejo meu pequeno crescer diante dos meus olhos e nem acredito que ele estah cada vez mais independente...
Assim como na natacao, em varios aspectos de sua vida, meu Kiyozinho estah a cada dia "finding himself". Estah encontrando seu modo de agir, sua forma de pensar. Eh bonito demais ver como ele se relaciona com os outros, como ele pede as coisas... podemos ver que ele eh um individuo cheio de personalidade. Ele sabe bem oque quer e onde quer chegar, mesmo com apenas 3 anos. Ele sabe dizer quando algo lhe incomoda e nao tem vergonha de expressar seus sentimentos. Ao mesmo tempo, ele eh carinhoso, atencioso, amavel e divertido.
Parece que essas palavras sao devaneios de uma mae corujissima... sim, em parte sao, mas em parte tambem sao constatacoes de uma mae feliz pelo menino saudavel e completo que estah criando.

2 comentários:

Bete Strøm disse...

Adoro seu blog tenho acompanhado bastante, eu também estou pensando em colocar o Bruno para nadar, no entanto to morando na "terra do nunca" interior da Bahia aqui não tem nada. Mas se Deus permitir volto logo para Sampa e lá tem vários recursos!!1 Beijos no coração

DaniSapoo disse...

Oi Bete,
Obrigada pelo comentario. Eh incrivel como esses pequenos desenvolvem, nao eh? Eu fico impressionada com as coisas que o Kiyo faz e fala ultimamente. As aulas de natacao acabaram aqui perto, e no momento estamos sem grana pra continuar bancando isso em outro lugar, mas pretendo colocar novamente logo.
Eh muito bom ver o desenvolvimento deles... Beijos e obrigada por acompanhar o blog.