sábado, 18 de setembro de 2010

Maternar eh bom demais!!!



Hoje enquanto eu olhava o Kiyo brincando na praia, deixei minha mente ir longe. Lembrei dos momentos em que ele ainda era um bebezinho pequeno que ficava todo aconchegado no meu colo. E o meu colo parecia enorme pro corpinho pequeno dele.Quando chegamos aqui nos EUA, o Kiyo ainda mal falava. Quero dizer, ele sabia se comunicar, mas nao conseguia se expressar verbalmente. Foi quando comecamos a falar apenas em ingles com ele. Desde entao seu vocabulario aumentou exponencialmente e sua capacidade verbal soh faz nos impressionar.
Numa tarde quando fomos ao parquinho, ele estava todo feliz brincando com algumas criancas (todas com aproximadamente uns 9 ou 10 anos de idade) quando apareceram outras criancas da mesma idade das que jah estavam lah. Aparentemente, eram todas da mesma turma na escola. Entao as que brincavam no parque foram ao encontro das que chegavam. O Kiyo, como se fizesse parte da "galera", foi acompanhando. Eu o chamei dizendo para que ele viesse comigo. E ele nao pensou duas vezes. Parou, deu uma viradinha para tras com uma mao na cintura, e disse: "Nao mamae, I'm with guys" ou seja "Nao mamae, estou com a galera". E virou as costas e continuou a correr em direcao as criancas.
E assim eu vejo a cada dia o meu bebe crescendo e aprendendo novas coisas. Eu vejo o quao importante eh presenciar tudo isso e poder compartilhar em primeira mao essas maravilhas. Fiquei pensando nas pessoas que escolhem tercerizar a criacao de seus filhos nao por necessidade. Fiquei pensando em tudo que elas estao perdendo. Lembrei do Kiyo ainda bebe no meu colo e lembrei de todos os outros momentos que se passaram ateh que ele chegasse onde estamos hoje. Sao momentos unicos, momentos memoraveis, momentos de muito amor... e gracas a Deus, nao sao momentos que passaram em branco. Nos lembramos muitas coisas, algumas coisas ficam esquecidas em nossa memoria, mas tudo que aconteceu em nossas vidas nao passou num piscar de olhos. A cada momento da vida do Kiyo, estamos presentes. Estamos ali, ativos e presentes contando cada passo, vibrando com cada etapa.
Essa eh a vantagem da maternagem ativa.
Beijos a todas e todos...
Dani

sábado, 4 de setembro de 2010

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

As "dores" do crescimento...















Quando me falaram que o tempo passa muito rapido, nao imaginei que voasse dessa forma. Vendo o Kiyo dormir ao meu lado, todo espalhado na cama, eu me dei conta disso. E a constatacao final veio ainda nessa semana...
Jah faz alguns meses que eu levei o Kiyo para visitar uma escolinha aqui perto. Na verdade, nao estava com intencao alguma de coloca-lo em creche, mas ele parecia tao entusiasmado com a natacao e os coleguinhas que resolvi ir. A escola eh pertinho de casa e tem fama de ser boa. Chegando lah, fui informada que (se quisesse) teria que colocar o nome numa lista de espera, pois nao havia vagas imediatas para o Kiyo. No fundo eu pensei: "Melhor assim!", mas coloquei o nosso nome na tal lista. Pensei comigo, a lista estah enorme e nao ha chances de chamarem...
Acabei esquecendo do ocorrido quando nesta semana recebo uma ligacao da escola dizendo que tinham uma vaga para o Kiyo. Falei com o Jeff, que ficou tao apreensivo quanto eu sobre isso.
O que me deixou na duvida foi que jah ha algum tempo o Kiyo pede para ir a escola. Ele quer brincar com outras criancas e nem sempre temos a chance de encontrar outras criancas nos parques ou na praia. Essa insistencia dele me fez pensar que talvez fosse uma boa.
Ontem fomos visitar a escola e ficamos satisfeitos com o que vimos. O Kiyo foi junto (logico) e ficou super empolgado com tudo que via. Ele me puxava todo feliz mostrando cada detalhe da escola. Naquele instante me flagrei que o meu baby cresceu mesmo... agora eh oficial! Ao mesmo tempo que eu sei que eh bom, que fico feliz por ver a desenvoltura dele em meio a outras criancas, que eu ateh sei que serah bom pra mim pois "preciso" de um pouco mais de tempo para dar conta do mestrado e da casa... ao mesmo tempo que eu adoro ver o Kiyo tao bem resolvido, me deu uma pontinha de dor. Uma dorzinha que incomoda soh um pouquinho, mas que estah ali... e essa dor certamente eh a dor do crescimento: do crescimento do Kiyo como pessoa e do meu como mae dele.
Entao, chegamos em casa e quando passou a euforia dele, perguntamos novamente se ele havia gostado da escola. Ele imediatamente disse que sim e disse mais: "Mamae, lets go tomorrow?" Daih nao tivemos duvidas... ele estah pronto. Sim, eu sei que apesar disso precisamos prepara-lo para o primeiro dia, o segundo dia, os coleguinhas, as diferencas... mas sei que a barreira de "crianca nao sociavel" ele jah quebrou faz tempo (na verdade, eu nao sei se ele tinha).
Entao, como combinado, ele voltou a escola hoje com o pai para buscar os formularios de inscricao. A escola eh bastante flexivel e encoraja que pais voluntariem nas turmas de seus filhos a fim de passar mais tempo com os pequenos.
Enfim... o meu Kiyo estah crescendo e, apesar das dores que esse crescimento me causa, eu sei que ha transformacao como a metamorfose da lagarta para virar borboleta.
Beijos a todas e todos... aguardo comentarios...