terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Brother Jack


Kiyo tem uma imaginacao bem grande. Ele cria situacoes entre seus carrinhos de brinquedo, entre os dinossauros, entre os bichos... Ele inventa musicas, conta historias mirabolantes. Seus personagens tem nomes bem exoticos e outros nem tanto.
Antes de dormir, toda noite, ele pede por uma historia. E ultimamente, as historias prontas nos varios livros que temos em casa jah nao sao suficiente. Ele quer que eu crie historias e mais historias com personagens variados, assim na lata. A unica coisa ruim sobre isso eh que me falta historia para inventar e ele vai enrolando e aumentando a trama. De repente a historinha que comecou com os coleguinhas da escola dele, jah virou uma batalha inter-galactica de monstros com varios tentaculos. Procuramos incentivar ao maximo essa imaginacao fertil do Kiyo, mas devo confessar que tem horas que dah uma canseira...
Ultimamente, seu "personagem" favorito eh um companheiro invisivel que ele nos apresentou por "my Brother Jack". E todo dia de manha ele vem com uma aventura nova do Brother Jack.
"Mamae, did you know that my Brother Jack lives in a rocket-ship?" (Mamae, voce sabia que meu irmao Jack mora em um foguete?).
"Eh mesmo, Kiyo? E como ele eh?"
"He has green eyes and red hair, and he eats ice cream and chocolate milk!" (Ele tem olhos verdes e cabelo vermelho, e toma sorvete e leite com chocolate!)
As aventuras do Brother Jack viraram rotina em casa. Um dia desses resolvi perguntar: "Kiyo, quem eh a mamae do Brother Jack?" Ele respondeu um nome que claramente nao era o meu. Perguntei quem era o papai do Jack, e a resposta tambem passou longe do nome do Jeff. De qualquer forma, Kiyo parece estar satisfeito com o fato de que o seu "Brother Jack" compartilha o foguete com ele. Teve um dia que ele acordou e disse: "Mamae, my Brother Jack was fixing my rocket for THREE DAYS!" E aparentemente, o Brother Jack quer me conhecer. (hehehe).
Depois de ouvir falar tanto do Brother Jack, lembrei do meu amigo imaginario, com quem eu passava horas e horas brincando, trocando confidencias e inventando mil e uma coisas.
Eu acho que eh muito importante permitir que a crianca de asas a imaginacao. Tenho certeza que essas brincadeiras, que para muitos adultos soam bobinhas e inocuas, sao fundamentais para o desenvolvimento do cerebro dos pequenos. Esse estimulo os ajuda a resolver situacoes complicadas, conflitos e a lidar com perdas, saudades e outras peculiaridades no decorrer da vida.
Estou muito feliz em perceber a habilidade do Kiyo em inventar suas proprias historias com personagens variados. Percebo nele uma flexibilidade intelectual muito grande, e uma facilidade em encontrar saidas para suas proprias crises. E nao eh nenhuma surpresa para nos quando ele oferece uma solucao para alguma "crise" que temos em casa. Eh muito bom saber que meu pequeno pensa e consegue articular muito claramente.
Beijos

Um comentário:

Stheffany disse...

Ai, Dani, gosto tanto de ler o que você escreve sobre o Kiyo! É tão bom ver assim "de perto" a possibilidade de uma maternidade mais leve e mais doce!
Parabéns, o Kiyo parece cada vez mais fofo!!
Beijos!