terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Jesus e a percepcao do Kiyo...


Desde que o Kiyo nasceu, ou ateh bem antes disso, jah nao tinhamos uma instituicao religiosa a qual participar. Isso em momento algum impediu dele expressar o que pensa sobre Deus, Jesus, feh e ateh mesmo igreja. Como somos Cristaos e temos certeza de nossa feh, nao sentimos a necessidade de um predio, uma estrutura burocratica e tao pouco corrompida (como muitas instituicoes religiosas que conhecemos) para expressar nosso amor e nossa feh em Cristo.
O Kiyo, por si soh, comecou a pedir para ir a igreja. Acho que a primeira razao foi pelo simples prazer de ter um grupo de criancas para brincar. Hoje ele faz sua oracao por conta, antes de irmos dormir. Ele agradece por tudo desde papai e mamae ateh a porta, a arvore, a comida...
Ele perguntou onde estava Jesus, e eu respondi que Jesus mora no nosso coracao. Ele perguntou se Jesus era bem pequenininho por conta disso. E esses dias ele estava brincando de pular do sofah para um banquinho estrategicamente colocado para poder pular no trampolim. Ficava indo e vindo ateh que errou o pulo, caiu e bateu o peito no aro que monta o trampolim. Chorou um pouco, obviamente, e entao olhou pro Jeff com uma carinha preocupada. Jeff perguntou se ele estava bem e ouviu a resposta:
"Daddy, I squished Jesus!" (Papai, eu amassei Jesus!)

2 comentários:

As peripécias do José Guilherme disse...

É lindo a simplicidade das crianças em expressar o divino!

Ei Dany, adoramos os presentinhos, muito obrigada!!

Bete Strøm disse...

Que coisa mais linda!!! Ele eh muito inteligente... As criancas sao sinceras de coracao puro e Deus simplesmente as ouvem...
Concordo contigo, sou crista, mas nao vivo em denominacoes... Sigo a Cristo, pois sei que ele esta onde eu estou...Beijoa querid!!!