domingo, 8 de julho de 2012

QUE NOJO!

"Kiyo, seu umbigo vai estourar para fora", foi o que eu lhe disse depois de constatar que o menino havia comido duas pratadas de arroz, feijão, salada de cenoura com tomate e cebola e dois pedaços de frango. Ele olhou para a própria barriga estufada e riu uma risada gostosa, todo orgulhoso do feito. "Eu comi tudo, mamãe", falou batendo na barriga.
Na hora de dormir, ele lembrou do episódio da barriga e do umbigo estourando pra fora. Então eu contei que quando ele "morava na minha barriga" a minha barriga ficou tão grande que meu umbigo saiu pra fora. E ele sentou na cama (no quarto escuro), colocou o dedo na minha barriga e disse: "Que nojo, mamãe!".
E eu fiquei pensando, para alguém que acha a maior graça soltar puns e arrotar, é interessante de ver a diferença entre nojento e divertido.


Nenhum comentário: